O Professor

Pateta em “Professor [também] é Gente”, curta-metragem de 1952. Como o narrador explica, a educação de crianças e adolescentes é uma das coisas mais importantes hoje em dia (desde 1952, vale frisar) e é um heróico homem quem deve se incumbir dessa nobre tarefa: ninguém menos que o professor (Pateta, obviamente). Depois de fazer a chamada, Pateta tenta ensinar algo à classe, mas acaba tendo que lidar com um agitado aluno-problema de nome George.

Embora bem-humorado, muitos professores podem não achar tão divertido este pequeno filme que retrata, de maneira bem próxima à realidade, o contexto de muitas salas de aula sobretudo hoje em dia. Imagine uma sala de aula com 30 ou 40 crianças ou adolescentes como o George do filme. A animação e o enredo podem ser agradáveis, mas a rotina nem tanto. Longe disso. De uma forma ou de outra, para os que seguem acreditando, ainda que apatetados com o descaso generalizado com a educação, a nossa mais singela e humilde homenagem a esse profissional que faz todos os outros!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s