Edward Leedskalnin (Uma história impressionante!)

Não pensei duas vezes antes de postar essa notícia. Que história!!!

Acho que nada me surpreendeu até hoje tanto quanto essa matéria. Leiam e vão entender. Loucura total. Ri de tão impressionado que fiquei com cada parágrafo. Isso sim é uma história surpreendente.

Ed e seu Castelo de Coral

Essa é mais uma dessas incríveis histórias que cercam o nosso mundo de mistérios e que fazem as pessoas pensarem sobre as diversas possibilidades inexplicáveis de nossa civilização. Ainda hoje essas loucuras se fazem misteriosamente presentes em nossas vidas. São provas físicas deixadas para confundirem as nossas ideias e ativarem a nossa ilimitada imaginação. Ed e seu Castelo de Coral é um desses mistérios que existem a nossa volta e que as vezes nem tomamos conhecimento de sua existência. Eu não sabia sobre este impressionante lugar até outubro de 2000, mas uma vez que soube, fui imediatamente constatar para então poder relatar para voces…

Edward Leedskalnin nasceu em 1887 em Latvia (antigo território Soviético), se mudou para a Miami em 1918, onde viveu até a sua partida física do mundo em 1951 aos 64 anos.

Sua estatura era baixa, 1 metro e 60cm e seu peso não passava dos 50 quilos. Sua mão era muito grande e seu braço desproporcional ao restante do corpo, o que faz alguns especialistas dizerem que Ed era um ser de outro planeta. Ed tinha muitos problemas de saúde, quando se mudou para os Estados Unidos, aos 26 anos, sofria de pneumonia e escolheu a Florida devido ao bom clima. Em Latvia, Ed foi abandonado por sua noiva de 16 anos, um dia antes do casamento e isso aparentemente lhe deixou um grande vazio no coração…

Ed não tinha amigos, quase não falava com ninguém, vivia completamente sozinho e isolado no meio do nada, na zona oeste de Miami. Em 1928 Ed começou a construção de seu incrível e misterioso CASTELO DE CORAL. Ninguém nunca viu Ed construindo seu castelo, dizem que ele trabalhava mais a noite e que sempre que Ed sentia que estava sendo observado, parava de trabalhar e esperava pacientemente que os curiosos se afastassem de suas terras para então retomar as suas misteriosas tarefas. Alguns conhecidos de Ed que ainda estão vivos, dizem que Ed tinha o poder de levitar as imensas peças de coral que ele sem maiores ferramentas, cortava do solo e transportava para usar na construção de paredes e na confecção de monumentos que compunham a arquitetura de seu castelo. Alguns estudiosos afirmam que Ed usava a mesma tecnologia aplicada na construção das pirâmides do Egito. Outros mais audaciosos garantem que Ed era mesmo um ser de outro planeta… Todas essas possibilidades podem ter sua partícula de verdade, de fato não saberemos, assim como não sabemos explicar tantos outros diferentes fenômenos que fazem parte de nossa vida, mas que não sabemos ao certo por que. Embora tenhamos certeza de que esses fenômenos são reais e que existem para nos provar que não sabemos nada além do que compreende a nossa limitada e vã filosofia, ainda existem muitos que acham que sabem tudo sobre física, quimica e matemática e vivem para tentar explicar cientificamente o que é fisicamene, quimicamente e matematicamente inexplicável.

A história de Ed é mesmo muito estranha. Em 1936 Ed começou a ser literalmente forçado a se mudar de suas terras. A desconfiança do povo local em relação aquele estranho cidadão, gerou medo e violência. Os homens da cidade onde Ed vivia, ameaçaram ele de morte, caso Ed não se mudasse do local. Um outro motivo que motivou Ed a transferir o seu castelo, foi o crescimento de sua cidade. Em 1939 um vizinho estava prestes a construir sua morada perto do terreno de Ed e isso foi o suficiente para fazer com que Ed tomasse a decisão de se mudar e levar consigo as partes de seu castelo que já estavam prontas.

Ed teve a ingenua audácia de transferir o seu castelo para uma outra terra a cerca de 20 km de distância do local original. Para essa difícil mudança ele contou com a ajuda de um conhecido que tinha um caminhão. Esse motorista de caminhão, declarou várias vezes que Ed pedia para ele ficar afastado enquanto ele sozinho colocava os imensos blocos de coral no caminhão, sem absolutamente nenhuma máquina ou equipamento. Ed colocava as peças que pesavam toneladas em cima da carcaça do caminhão sozinho e juntos os dois transportavam o castelo para um novo terreno, onde Ed mais uma vez sozinho, recolocava os monumentos em seu novo espaço.

Ed demorou aproximadamente 20 anos para completar sua obra, que possue algumas curiosas peças como por exemplo, seu último trabalho foi um fantástico telescópio de 8 metros de altura e 20 toneladas que centraliza claramente a estrela Norte ( uma das únicas estrelas que nunca muda de posição) o telescópio foi construido em 1948, como Ed registrou na escultura.. Ed também modulou em gigantescos corais o planeta Marte, Saturno e a Lua.

O castelo é um local prazeroso e diferente de se estar… O local mais desconfortável era o seu quarto na torrre principal. Parecia que Ed so se alojava naquele quarto quando estava chovendo ou quando sua doença lhe incomodava demais. Ed passava a maior parte do tempo do lado de fora, construindo e usufruindo de sua arte. Dentre as diversas curiosidades do castelo, podemos mencionar o portal giratório de nove toneladas, perfeitamente balanceado para girar com exatidão, permitindo que até uma criança consiga fazer o portal girar. Dizem os físicos que o equilíbrio é tão perfeito que somente uma tecnologia de precisão seria capaz de encontrar tal balanço giratório. Ed transformou o solo de coral da Flórida em uma mesa com o formato do Estado, fez um quarto de coral ao ar livre, construiu o seu trono, uma a fonte retratando as fases da lua, elaborou um relógio solar preciso e fez muitas outras incríveis obras com corais que foram cortados do solo, modulados e transportados por Ed sem o uso de nenhum equipamento, sem nenhuma outra ajuda humana e sem nenhuma explicação técnica ou científica, uma vez que a ciência não tem como explicar tal fenômeno. O Castelo de Coral de Ed fica em Miami e pode ser visto por todos, mesmo que não possa ser explicado ou entendido por ninguém.

Quando Ed terminou sua obra, ele abriu o castelo para a visita pública, cobrando 20 cents pela visita. Em Dezembro de 1951, Ed deixou em seu castelo um bilhete dizendo que ele estava hospitalizado. Ed partiu rumo ao Jackson hospital de Miami para ser internado, pois estava sofrendo de câncer de estômago. Ed morreu dormindo dois dias depois de se internar voluntariamente.

Ed dizia que seu castelo era uma homenagem a sua noiva de 16 anos que ele carinhosamente chamava de minha sweet 16 (doce 16).

Hoje, 49 anos depois de sua partida, Ed e seu Castelo de Coral continuam sendo um grande mistério. Sem maiores explicações tecnicas e cercado de boatos, Ed é mais um enigma de nossa era. Cortar e mover toneladas em blocos de coral, sem maiores esforços ou equipamentos é no mínimo algo a se questionar. Como?

Recentemente uma equipe jornalística foi fazer uma matéria no castelo de Coral de Ed, tentando simular a construção de um castelo como o dele, usando a tecnologia moderna. Após conseguirem cortar um pequeno bloco de coral de aproximadamente 3 toneladas e mesmo usando os mais avançados equipamentos, a equipe técnica e científica da missão declarou oficialmente ser IMPOSSÌVEL, mesmo nos dias de hoje, realizar tal obra com tanta perfeição.

Sem dúvida, Ed é um excelente exercío para nossa mente… Seu silêncio, sua solidão, suas atitudes e sua obra, retratam com clareza que seu segredo morreria com ele, como assim foi… Ed deixou 5 pequenos livros que na verdade apenas relatam um pouco de seu conhecimento em astronomia, magnetismo, ciclo da vida e o básico de sua história pessoal. Ed construiu sozinho sua morada, quase todas as peças internas do castelo também foram construidos por Ed. Ed era um inventor, um criador, um realizador de ideias, mesmo que absurdas e impossíveis de serem realizadas por qualquer outro ser humano…

Escrevi essa matéria com o objetivo de mais uma vez, fazer as pessoas refletirem sobre o que é o impossível e como o inexplicado pode ser algo perfeitamente possível de ser realizado, uma vez que se conhece a tecnica e se domina a tecnologia… Ed sabia cortar e mover as gigantescas pedras de coral como se fossem isopor. Assim como Ed, existem outros seres que estão em nosso mundo, a nossa volta, fazendo coisas incríveis. Em escala de peso e medida, na verdade é uma questão na relação tempo/espaço que nossa limitada ignorância mental não entende como normal e possível. Cortar e transportar tolenadas, manipular e modificar átomos… Tudo é mesmo possível, sem sombra de dúvidas!

Ed viveu em nosso tempo e morreu há apenas 49 anos atrás. Mesmo nos dias de hoje, diante de nosso nariz, a obra de Ed não poderá ser cientificamente explicada como sendo algo viável e possível de ser realizado fisicamente. Em pleno ano 2000, onde a tecnologia dos homens é considerada altamente avançada, a ciência da sociedade ainda não entendeu que impossível é uma coisa que não existe.

O endereço do Castelo de Coral (Coral Castle) é:
28655 S.Federal Hwy. Miami, Florida 33030 – Tel: (305) 248-6344.
Site Ofiicial - http://www.coralcastle.com/

 

 

 


Galeria de fotos - Fotos tiradas por Evelyn Levy no dia 23 de outubro de 2000.

Fonte do texto: http://evelyntorrence.com/ / Link:http://evelyntorrence.com/byme/castle/index.html

Na postagem anterior (Alienígenas do Passado – A Série: Construções Inexplicáveis – O Gobekli Tepe), já quase no fim do vídeo é falado sobre Edward Leedskalnin. É de se pensar!!!

About these ads

18 thoughts on “Edward Leedskalnin (Uma história impressionante!)

    • Não sei até que ponto sofremos interferência de seres de outros planetas, mas não tem como negar que algo aconteceu no passado (e talvez ainda aconteça no presente). O que será que nossas civilizações antigas viram? Talvez já se tenha alguma resposta, mas a ciência de hoje me parece a Igreja de outrora. Talvez chegue o dia que a verdade apareça, como sempre acontece. Copérnico disse que a Terra era redonda e teve que voltar atrás na afirmação… Alguns loucos são necessários na história. Hoje muitos acreditam em seres de outros planetas e são tidos, ainda, em pleno século XXI como loucos… Qualquer pessoa que entenda o mínimo de Sistema Solar (ainda pouco explorado), de galáxias, e até mesmo o que poderia ser o tamanho do universo, sabe que é impossível que estejamos sozinhos, é verdade que podemos está muito distantes de alguma outra civilização, mas sozinhos é impossível. O homem não sabe NADA perto do que existe no universo, somos infinitamente NADA para o universo. Querer se achar uma das criaturas mais inteligentes do universo é uma blasfêmia… é verdade que temos alguma inteligência que ao meu ver é insignificante; pra começar não sabemos nem nos respeitar, não nos entendemos nem como uma só raça – a raça humana. Espero que quando um Alien aparecer ele tenha muita pena desse povo, porque pelo pouco que consigo imaginar, me vem a mente uma guerra dos mundos, não pelos alienígenas, mas pela raça humana que tudo quer e tenta controlar em busca de um poder eterno. A gente cansa de ouvir as potências mundiais, quando tem gente morrendo de fome no planeta. Vergonha! Acho que falei demais… Obrigado pelo comentário no Blog, volte sempre que será sempre bem vinda!

  1. Caramba, acabei de assistir num canal fechado sobre a história de construções em que o “homem” buscava se comunicar com seres de fora de nosso planeta. Após apresentar o Coral Castle eu fiquei me pensando como foi possível??? Um grande segredo, não só para cortar e mover pedras, seja a enorme capacidade que alguns seres humanos possuem e possuíram em canalizar suas energias. É um mistério, é um segredo, ou uma dádiva. a pergunta é, onde e como ele conseguiu este conhecimento, por que ele não aspirava nada além de construir um calstelo para sua amada. Ah sim, com certeza este foi seu grande amor e nele a sua energia foi focalizada!!! Um mistério que gostaria de descobrir!!! Valeu pelo post

    • Marcus, obrigado pelo comentário; queria saber qual foi o canal e o nome do documentário que você assistiu. Eu também gostaria de saber como ele fazia… porque assim posso imaginar como foi erguido o Egito.

  2. valeu a pena ter lido essa materia.tenho aqui esses canais fechado. mas acho que passou e eu não vi. vou ficar ligado agora

    LEIAM VALE A PENA!

  3. Assisti ontem no History Channel (18/07), o que me levou a encontrar o seu blog.
    Realmente, fascinante o que este homem fez. Um mistério que nos faz ficar imaginando o que não sabemos ainda, e o que poderemos fazer um dia.

  4. O segredo de Ed estava dentro da “caixa” que fica acima do tripé que ele usava para levantar e locomover as rochas, usando os poderes do elétro-magnetismo, ele criava a antigravidade, fazendo com que as rochas ficassem leves feito isopor.

    • Nilton, e o mistério maior é aonde foi parar a tal “caixa”?!
      Se eu soubesse que uma pessoa fosse capaz de levantar pedras tão pesadas apenas com eletromagnetismo, eu investigaria até descobrir. Não vejo como magia ou coisa do tipo e sim como uma tecnologia muito mais evoluída que as que usamos.
      Quem sabe essa mesma tecnologia era usada pelos egípcios?
      Pode ser que o homem do passado não fosse assim tão rudimentar como muitos cientistas insistem em dizer. No final os próprios cientistas criaram uma fé inabalável, onde pensamentos diferentes não são mais aceitos, criaram a verdade absoluta e temos que acreditar apenas por acreditar, não nos cabendo questionar! Assim, a religião de ontem é a ciência de hoje!

    • É isso mesmo, Nilton! Assisti uma parte desse documentário do History Chanel que dizia que o segredo de Ed estava na caixa que ficava sempre acima do tripé em todas as vezes que era usado na elevação dos corais. Este vídeo conclui que Ed tinha o conhecimento de manipular o eletromagnetismo terrestre de forma que conseguisse criar, naquela área trabalhada, a antigravidade, como você disse! Impresionante!!

  5. Sim, concordo.E creio que essa tecnologia tenha sido passada aos homens antigos pelos antigos astronautas (extra-terrestres,alienigenas). E mais Eu acredito que eles regressarão em breve!

  6. Somente me permito responder atualmente de forma poética, pois o caminho ao inesgotável é longo.
    Minha homenagem a todos de falam deste inimaginável indivíduo. Talvez um dos Avatares contemporâneos.
    Ao reproduzir o que há em sua alma, o artista se extingue, deixando apenas sua criação existir. Seu ego por vezes inexpressivo ao convívio pode existir na excentricidade.
    Vida longa.

    S2lp

  7. Somente me permito responder atualmente de forma poética, pois o caminho ao inesgotável é longo.
    Minha homenagem a todos que falam deste inimaginável indivíduo. Talvez um dos Avatares contemporâneos.
    Nosso Caminho na busca da perfeição.
    Ao reproduzir o que há em sua alma,
    O artista se extingue, deixando apenas sua criação existir.
    Seu ego por vezes inexpressivo ao convívio
    Pode assim existir eternamente na excentricidade.
    Vida longa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s